Blog

A hipertensão pode causar um aneurisma cerebral?

Avalie este item
(0 votos)

Em muitos momentos, pequenas dores no corpo, especialmente na cabeça, podem ser um sinal de algo mais grave acontecendo com sua saúde. E, caso o problema continue sem tratamento, pode levar a consequências bem sérias. Esse é o caso, por exemplo, dos aneurismas, que tendem a causar várias complicações no funcionamento do corpo.

Infelizmente, muitas pessoas acabam deixando esses sintomas de lado e só buscam tratamento quando a situação está bem avançada. E se o aneurisma estiver localizado no cérebro, a taxa de mortalidade é consideravelmente alta.

Estar atento aos sinais e saber como se prevenir são dois passos fundamentais para evitar danos mais graves. Para te ajudar com isso, vamos falar um pouco mais sobre o aneurisma cerebral, suas causas e como se prevenir. Acompanhe:

O que é o aneurisma cerebral?

Um aneurisma, de forma geral, é uma dilatação anormal em um vaso sanguíneo, fazendo com que ele se expanda e forme uma bolha. Essa bola de sangue pode se formar em qualquer parte do corpo, independentemente do tipo de tecido.

O aneurisma cerebral, como o nome já diz, é aquele que ocorre no cérebro, formando uma bolha próxima ao tecido nervoso. Essa pode ficar por muito tempo sem ser detectada ou mesmo regredir, caso os fatores causadores sejam devidamente tratados. Porém, também é possível que ocorra um rompimento dessa bolha, o que leva a danos mais graves.

Se houver apenas um sangramento leve, o paciente sentirá uma dor forte de cabeça, que também causa danos ao tecido cerebral. Se houver uma ruptura completa da bolha, a dor será ainda mais intensa e pode levar à morte.

Como ela se relaciona com a hipertensão?

Você provavelmente já ligou a hipertensão ao agravamento do aneurisma cerebral. Em geral, a pressão sanguínea elevada pode levar à formação de bolhas, pois os vasos estarão mais dilatados que o normal. E com a persistência da pressão, isso pode levar ao rompimento das bolhas e danificação do tecido cerebral.

Atualmente, a hipertensão não tratada é a principal causa de aneurismas cerebrais no mundo. Se você tem problemas de pressão, então é bom ficar atento aos sintomas e procurar o médico o quanto antes.

Como é possível se prevenir?

Evitar o aneurisma cerebral é o mais importante, pois, assim que ocorrer algum rompimento, o caso já será extremamente grave. O primeiro passo, naturalmente, é se consultar com o médico e identificar se você já possui alguma bolha em desenvolvimento ou se há algum fator de risco. Isso ajudará na condução do tratamento adequado.

Tratar a hipertensão, por sua vez, é uma das melhores formas de prevenção, pois também previne outras complicações. Pressão alta pode levar a problemas cardíacos, cansaço crônico, entre outras dificuldades e problemas de saúde. Fique atento ao histórico familiar também, pois ele revela se há uma tendência a desenvolver essa condição em sua família.

Com essas informações, você já pode começar a acompanhar melhor sua saúde e ficar atento aos sinais de aneurisma cerebral em seu corpo. E se você desenvolver hipertensão, a melhor solução é começar o tratamento o mais cedo possível.

A melhor maneira de cuidar da sua saúde e manter-se longe de qualquer complicação é consultar um especialista regularmente e realizar um check-up. Entre em contato com a Neuro Instituto e marque uma consulta.

Lido 1074 vezes
MAIS LIDAS
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Echosis Marabá

Search